Dons Espirituais - Lição nº 14 PDF Imprimir E-mail
Seg, 11 de Junho de 2007 00:00
icon Dons Espirituais - Lição nº 14 (53.83 KB)

Texto: 1 Coríntios 12: 4- 11

01. Introdução

O terceiro dom de revelação é ao mesmo tempo um dom precioso e necessário à edificação da igreja, como é um dom perigoso e altamente destrutivo, quando mal usado.

João Wesley fez uma afirmação um tanto estranha, mas verdadeira a respeito desse dom. Afirmou ele: “Nós podemos enterrar esse talento (dom de revelação) sem de forma alguma, entristecer o Senhor”.

02. Definindo o dom

Observe que a esfera de ação deste dom é o de “discernir espíritos” e não o de discernir o pensamento alheio. Ele nada tem a ver com a psicologia mental, que busca discernir as falhas do próximo.

A ação deste dom é específica para discernir “espíritos” que existem na dimensão espiritual, tanto na esfera divina, quanto na satânica e humana.
É importante ressaltar que este dom não é específico para discernir os espíritos malignos.

Discernir – “diakrisis” = julgando através de”, “ato de discriminar, de distinguir”.

03. Evitando o perigo

Por ser um dom de revelação, o discernimento de espíritos atrai a atenção de muitos crentes ávidos de conhecerem o sobrenatural.

Muitas vezes, no afã de edificar uma vida, a pessoa que se julga portadora desse dom, revela situações que nunca aconteceram, e jamais acontecerão.

04. Exemplos da manifestação do dom

Davi – 2 Samuel 14: 17
Salomão – 1 Reis 3:9
Eliseu – 2 Reis 5:26
Pedro – Atos 5: 3; 8:23
Paulo – Atos 16: 16-18

05. A importância do dom de discernimento

Este dom cobre áreas tanto da nossa vida espiritual, quanto da igreja. Além de nos dar condições para discernir o espírito humano – João 1: 47-50; João 3:3; 4:16, ele tem um valor inestimável no aconselhamento, no testemunho, na visitação, no exercício da liderança.

5.1 – discernimento de espíritos malignos – Mc 9:25, Lc 13: 10-13; Atos 16: 16-18
5.2 – discernindo falsas confissões – 2 Reis 5. 26-27; 1 Sm 15. 14-15; At 5: 1-11; Atos 8. 18-24
5.3 – discernindo falsas lideranças – At 13.4-12; Cl 2:.18; Ap 2.2
5.4 – discernindo falsos milagres – 2 Ts 2.9; Ap 13.13

Esta manifestação não se relaciona com fatos pessoais, e nem cria precedentes para se fazer prognósticos sobre o futuro. O seu valor está em nos levar a compreender melhor a visão de Deus para nós e para sua igreja. 1 Sm 16.7.

Última atualização em Seg, 11 de Junho de 2007 16:46
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Página do Portal Nova Vida no FacebookTwitter Portal Nova VidaComunidade do Portal Nova VidaRSS

Portal Nova Vida Site oficial do Conselho de Ministros das Igrejas de Nova Vida do Brasil · Produzido pela W3 Interativa