Capítulo 09 - Relação entre Empregado e Patrão PDF Imprimir E-mail

Voltar ao índice do livro

Relação entre Empregado e Patrão

Muitas pessoas não sabem, mas a Bíblia Sagrada aborda o tema das relações no trabalho.

O patrão é orientado para ser justo e correto.

Deve pagar pelo trabalho realizado por seus empregados, de acordo com o combinado na hora da contratação.

Se não agir assim, o patrão estará em desobediência aos ensinamentos do Senhor.

Na Bíblia consta em Tiago 5:4 – “Vejam, o salário dos trabalhadores que ceifaram os seus campos e que vocês retiveram está clamando contra vocês e o lamento dos ceifeiros chegou até os ouvidos do Senhor dos Exércitos”.

O empregado também recebe orientação sobre a postura que deve adotar.

Ele deve agir com sabedoria e temor de Deus e deve trabalhar de forma que honre o nome do Senhor.

É preciso que respeite o patrão e trabalhe como sendo para Deus.

Deve agir assim independentemente do tipo do patrão que tenha.

Todos os que seguem a Cristo tem a responsabilidade de agir de acordo com os seus ensinamentos.

Nossa vida deve espelhar a glória do Senhor, quer sejamos patrões ou empregados.

No livro de Mateus 7:12 está escrito: “Façam aos outros o que querem que eles façam a vocês; pois isso é o que querem dizer a Lei de Moisés e os ensinamentos dos Profetas”.

Todo aquele que se emprega com alguém para trabalhar em troca de um salário, assume responsabilidade para com o seu empregador.

Por isso o empregado deve realizar o seu trabalho com temor e tremor ao Senhor, ou seja, não negligenciar em suas responsabilidades o que é condenável por Deus.

Em 1 Timóteo 6:1 está: - “Aqueles que são empregados devem tratar o empregador com todo o respeito, para que ninguém fale mal do nome de Deus e dos seus ensinamentos”.

O empregado tem que trabalhar, sem fingir ser amigo do patrão quando está diante dele, enquanto fala mal dele quando ele não está presente.

A obediência deve ser prestada ao seu superior como também é a Cristo.

Aqueles que diminuem o seu volume de trabalho quando não estão sob a supervisão de um chefe, mas trabalham bem quando estão sendo vigiados, cometem o erro de buscar um louvor que não fazem por merecer.

Em Provérbios 10: 4 e 5 está escrito: “O preguiçoso fica pobre, mas quem se esforça no trabalho enriquece. Quem tem juízo colhe no tempo certo, mas quem dorme na época da colheita passa vergonha”.

Os que procuram ganhar a simpatia das pessoas que estão em posição de autoridade, estão buscando agradar aos homens, mas não a Deus.

Esse tipo de atitude, não apenas retira do trabalho toda a sua dignidade, como também se acha muito aquém do que Cristo espera de um empregado cristão.

A Bíblia diz em Colossenses – 3: 22 e 23 – “Empregados em tudo obedeçam àqueles que são seus donos aqui na terra. Não obedeçam só quando eles estiverem vendo vocês, procurando com isso conseguir a aprovação deles. Mas obedeçam com sinceridade, por causa do temor que vocês têm no Senhor. O que vocês fizerem façam de todo o coração, como se estivessem servindo o Senhor e não as pessoas”.

Como empregado o importante não é apenas o que ele faz, mas a atitude com que faz.

É isso que significa servir fazendo a vontade de Deus.

O empregado deve ter sempre como objetivo os interesses do seu patrão.

Sua responsabilidade perante o Senhor é oferecer ao patrão sempre o melhor de si, independentemente se o patrão é muito exigente ou não.

O seu serviço deve ser caracterizado por um constante esforço para alcançar o máximo em tudo que fizer, isso será muito bom para o seu empregador, mas, acima de tudo, servirá para revelar o seu verdadeiro relacionamento com Cristo.

É seu dever respeitar o patrão e receber instruções sem reclamar.

Fazendo assim, seremos testemunhas de Deus e prova viva do poder de Jesus Cristo.

Que os funcionários obedeçam aos seus empregadores e os agradem em tudo. Que não sejam respondões, nem roubem os seus patrões. Pelo contrário, que mostrem que são sempre bons e fiéis em tudo o que fazem. Desse modo, por causa das coisas que eles fizerem, todos falarão bem da doutrina a respeito de Deus, o nosso Salvador”.
Tito – 2: 9 e 10

Voltar ao índice do livro

 

Última atualização em Ter, 03 de Junho de 2008 14:35
 

Comentários  

 
+1 #1 janaina maria da luz 06-06-2012 13:07
é de fato otímo, existem pessos que dizem ser, cristão mais não obedecem seus chefes Deus jamais se agrada de tal pessoa desse tipo.
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Página do Portal Nova Vida no FacebookTwitter Portal Nova VidaComunidade do Portal Nova VidaRSS

Portal Nova Vida Site oficial do Conselho de Ministros das Igrejas de Nova Vida do Brasil · Produzido pela W3 Interativa